Livro de Cabeceira

Um mendigo tenta salvar da morte um suicida. De seguida, proclama que a sociedade se tornou num manicómio global. O seu discurso irreverente conquista, e assusta ao mesmo tempo, as pessoas que assistem à potencial fatalidade.

Numa época em que nos habituamos ao ritmo e às exigências desmesuradas de um relógio que não pára, libertarmo-nos das correntes da rotina e recuperarmos a consciência do que é realmente importante nesta vida pode ser aterrador. Mas é fundamental!

Adoro o autor e todos os seus livros são estimulantes. Mudará alguma coisa na minha vida, concerteza, tal como mudaram outros livros que li do mesmo autor.

“… Sou apenas um caminhante

Que perdeu o medo de se perder

Estou certo de que sou imperfeito

Podem chamar-me louco

Podem gozar das minhas ideias

Não importa!

O que importa é que sou um caminhante

Que vende sonhos aos transeuntes

Não tenho bússola nem agenda

Não tenho nada, mas tenho tudo

Sou apenas um caminhante

in O vendedor de sonhos de Augusto Cury

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: